quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Muito

ribeira

Detesto retrospectivas,
No entanto esse ano tem uma única palavra:
Muito!
Muito lucro em  fusões  em hora de crise,
Muito roubo de zilhoes de dinheiros por todos os lados,
Menor preso com muitos roubos de carros,
Muita conversa fiada,
Muita pesca com bomba,
Muita guerra santa disfarçada.
Muita violência explícita.
Quero um ano menos!

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Quando me irrita o tempo passando

Os olhos nublados,
a distância da nitidez,
o calor instantâneo…

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Stress baiano

Ouvi: .. ai a gente se chateia
e nem para no sinal vermelho.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Embarque

Os lugares são definidos como origem ou destino.
Os 'origem' são aqueles que tem mais partidas que chegadas.
E os 'destino' é pra onde todos vão ou querem ir.
Agora, tem gente que sai de um destino e
parte para destinos ainda melhores!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Ficar doente serve pra que?

Pra dormir, descansar e
desistir de ficar doente.

sábado, 6 de dezembro de 2008

Vida de príncipe encantado ou conto de fadas às avessas

Era uma vez um lindo palácio, lá morava um belo e gentil príncipe encantado.
Levava uma vida entediante e monárquica, em reuniões e conflitos internacionais.
Embora cercado de muitos nobres e belas princesas;
seu olhar estava sempre perdido.
Todas as vezes que se via livre das funções reais ele ia para a janela
e observava muito longe um enorme, belo e eco-lógico pântano.
Um dia uma princesa mais moderna e ousada lhe perguntou:
_ Você olha tanto pra lá.. porque não vai fazer o que quer?
Ai o belo príncipe encantado se lembrou de onde veio e quem ele era;
nesse momento as coisas ficaram mais claras.
Mas somente com um beijo de amor sincero, de uma princesa
poderia devolvê-lo para seu habitat natural e voltar a ser
o velho sapo de brejo e ser feliz para sempre!!
Moral da história: se quiser rezar para pedir alguma coisa na vida,
não peça uma princesa ou um príncipe encanto;
reze para não encontrar uma bruxa de mal-humor pelo caminho!
(inspirado numa conversa do Rui Castro que ouvi na bandnews hoje de manhã)

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Ladeira de Tira-chapéu

Reverência com chapéu dos outros,
ou auto-promoção de doação ou voluntariado,
não é solidariedade.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

As leis e as vias

Adoro vias de mão-dupla,
mas quando há regras,
elas serão fatalmente vias de mão-única.
Agora, transgredir a ordem é contra-mão!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Todo dia

Tô contando os acontecimentos,
que me separam do cotidiano.
Todo dia é quase eterno.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Pactos

Será que as pessoas mantém a vida toda,
na mesma rotina ,para se sentirem viva, ou
para abreviar o sentimento de morte?

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Origem

Onde nasci não me reconheço
Onde vivi não tenho raízes
Onde estou é provisório
Onde moro não tem nome, número ou endereço.

sábado, 22 de novembro de 2008

Noite de tempestade

Dormir é como chover fininho
Encharca a vontade e esfria a ação.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Questões

A resposta que vem antes da pergunta,
fica muda quando certa
e grita quando é louca.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Onde acaba uma discussão?

Todo acho nos limita,
não dá pra ir adiante,
não há argumentos, nem evolução
Acho funciona como ponto final.

sábado, 15 de novembro de 2008

Matemática

Algumas pessoas se movimentam pela vida,
como um denominador comum, se adapatam a tudo.
Mas outras são números primos, pra sempre.

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Seis dias

Saudade é quando demora.
Demora pra chegar.
Demora pra voltar.
Até esperar, demora..

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Niver de amiga

Está tão feliz que anda de mãos dadas,
até dentro de casa!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Sério

Tem dias que me canso
Das falas, dos olhares, das histórias.
Das pessoas então, é inevitável.

domingo, 2 de novembro de 2008

Conversas de domingo

 

RegSaveiroitaparica (25)

 

Começa cedo,
mas leva o dia todo,
para partir!!!

Conversas de domingo

RegSaveiroitaparica (25)

Começa cedo,
mas leva o dia todo,
para partir!!!

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Dia de Salinas

Chegar na quinta com vento contra e forte,
ondas que faz balançar até a alma.
Ai dá vontade de ir de novo pro Tororo.

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Leva

 

um minuto para encontrar uma pessoa especial,
uma hora para apreciá-la,
um dia para amá-la mas,
uma vida para esquecê-la.

São Francisco do Paraguaçu

Sao Franscico do Paraguaçu

É longe, simples.
Silencioso, bonito.
E tem tamarindeiros nas ruas.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Menu

Quando os dias andam para trás,
tem gosto de jiló frito. 
E deixa um amargo no fim.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Ilha do medo

Embora raso,
não afoga,
mas encalha
e faz estrago!

sábado, 25 de outubro de 2008

Coisas que a gente não pode escolher

Seu sexo antes de nascer
O nome que prefere ser chamado
O país que quer nascer
O dia que faz aniversário
A hora que não quer morrer.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Fui no Tororó

Acordar numa quarta-feira,
Mar morno e cascata de água mineral
É pouco mas faz feliz.


domingo, 19 de outubro de 2008

Resolução de domingo

Fica decretado que a partir de agora,
horário de verão nem pensar,
na Baia de Todos os Santos ... Amém!!!

sábado, 18 de outubro de 2008

Horário de Brasília

Viagem pra Salvador pela Gol - 229,00 reais
Acarajé da Cira - 3,50 reais
Travessia para Itaparica - velejando wind/ 19 knot
Não ser alcançado pelo horário de verão - não tem preço

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

A coroa na maré

 

itaparica (5)

 

Acordei ouvindo Astor Piazzola.
Fiz as pazes com o paraíso roubado,
e mergulhei nas águas mornas de Itaparica.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Quando tem ladrão no paraíso

 

Tem uns lugares no mundo que considero meus paraísos emprestados.
Acredito que esse lugares agregam características particulares, de natureza, beleza e muitas vezes a presença de gente boa.
Itaparica, tem na minha memória a imagem do meu paraíso, quando estive aqui pela primeira vez há quase oito anos, era um lugar perfeito, tranquilo, lindo e seguro. vivi aqui por muito tempo.
Hoje não é mais assim... continua lindo, as mares ainda respeitam seus ciclos e a coroa de areia aparece enorme e branca. Mas agora existem furtos e roubos com uma frequência e conivência das autoridades locais inaceitáveis.
Agora o 'ladrão' (um infeliz viciado que para manter-se pratica furtos - é o que diz o povo) entrando na sua casa, na sua vida, roubando pequenos objetos pessoais de valor e dinheiro. Talvez o vício explique suas atitudes, mas não justifica a falta de atitude da polícia e da autoridade politica local.  É pra isso que tem eleição? É por isso que ando cansada da natureza urbana da humanidade! 
Que triste andar pelas ruas desconfiando de tudo e de todos.
Aqui ainda é um paraíso, mas não tenho prazer em dizer que não é mais meu lugar escolhido.

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Aviso

Não quero falar,

não quero ouvir

não quero ver

nem saber!

quero desaparecer!

domingo, 5 de outubro de 2008

Busca

O que não está no Google,
não existe???

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Quando te chamam de 'Caro Cliente'

Eu, independente de qualquer coisa, sempre gostei do Brasil, da minha terra e acreditava e confiava nesse país.
Hoje, tive uma enorme decepção com a empresa brasileira que considerava da maior credibilidade: Os Correios, ECT!
Acabou-se o que era doce!
Há duas semanas enviei, do Rio de Janeiro, agência dos correios Dias da Rocha, 4 caixas e pacotes pelos correios para amigos em cidades, alias estados diferentes; como encomenda pac registrada com seguro.
Depois de reclamar a demora da entrega tive um email-resposta-automatica que minhas encomendas tinham sido vitimas de um delito fora da empresa: "haja visto que seu objeto ter sido alvo de delito praticado por estranhos à viatura da ECT em 19/09/2008, 2089/2008." Essa resposta só obtive no dia 02/10/08, quando ficou disponível no site de rastreamento dos Correios, e pude iniciar o processo de reclamação.
Que foi feito separadamente para cada um dos objetos 'desaparecidos'. Obtive resposta quase imediata de 3 dos objetos, coincidentemente os de maiores valores e o quarto pacote que eram dois livros em italiano até agora não tive nenhuma notícia.
O estranho é que a empresa tendo registrado e feito a ocorrência do suposto assalto, no dia 19/09/08, dia da postagem, porque não deixou um comunicado no site antes do dia 02/10/08??
Nenhuma indenização vai resitituir o que foi roubado, nem a decepção das pessoas que esperavam por esses objetos, por um acaso, Os Correios, vão à casa da minha sobrinha contar pra ela que os presentes que ela tanto esperava não vão chegar nunca mais? E aproveitar a visita à casa da minha irmã e dizer a ela que os perfumes italianos que encomendou, ela não vai ver nem a cor e nem o cheiro? E falar com meu filho que não vai ser dessa vez que ele ira receber seus presentes de niver...
O que considero mais indigno da ECT é que não tive nenhum contato pessoal, ninguém é responsável naquela empresa por atender o "caro cliente"??
Ok, na única frase que fui digna de receber da ECT dizia:
" Caro Cliente, estamos providenciando a indenização pertinente, haja vista o seu objeto ter sido alvo de delito praticado por estranhos à ECT (Assalto) conforme Registro de Ocorrência Nº 2089/08. "
Lógico que eles não vão me pagar uma passagem para Atenas para comprar as lembranças e presentes que foram roubados, muito menos terei o dinheiro que gastei.
Mas posso dizer que essa foi a última vez que utilizei os serviços dos Correios (ECT), pois não confio na capacidade de uma empresa que cobra por um serviço que é não consegue realizar, afinal no site da própria ECT, diz que meus objetos chegaram em Benfica e estavam sendo encaminhados, quando na verdade já tinham sido roubados conforme o REgistro de Ocorrência do dia 19/09/08.
Tá querendo enganar quem, o caro cliente???

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Sem futuro sem destino

 

Romper com o mundo não sou capaz,
eu que pregava a liberdade e independência
e sou escrava da gratidão, do amor.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Lembrança randomica

Será que a gente um dia
vai encontrar
as pessoas que vimos somente uma vez?

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Rumo leste oeste

A fronteira morte
fica por ali,
mas a sul esbarra em mim.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Ainda inverno

Nas noite frias,
penso nas escolhas:
cobertor, travesseiro, sono eterno.

Ensaio sobre a cegueira

Ver... nunca incomodou tanto!!

domingo, 21 de setembro de 2008

Inverno

E quem será
que nos arredores do amor
que vai saber reparar que o dia amanheceu?

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Adeus leite maltado no Refice antigo

Parei de contar.
Faça sol chuva ou vento,
não irei !

domingo, 7 de setembro de 2008

Domenica

Esperar é um desperdício,
de um tempo,
que naturalmente não tenho mais posse!

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

De que cor?



Sempre pensei o mar de cor azul,
era o mais bonito de todos,
algumas vezes o vi verde esmeralda, maravilhoso.
Transparente...
Um vez por dez dias vi um mar violeta, indescritível.
Me supreendi quando num entardecer,
velejando, o mar se tingiu de dourado,
e descobri que nessa cor o mar é ainda mais fascinante.
Hoje meu mar é dourado...

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Felicidade

Ser feliz não é pra qualquer dia não!

Demora mas eu chego lá

Continuo feliz e em contagem regressiva!!
Vi que tem mais de 25 vôos no mesmo dia pra Recife,
com ou sem escalas; entao faça sol chuva ou vento,
com atrazo ou nao, estarei ai no dia 16!!!

domingo, 31 de agosto de 2008

Não sou o máximo ou (exercício de mega auto-estima)

Ser independente é tudo de bom
mas ser além disso, competente, ok!
Agora, ainda por cima ser livre
ai sim que é o bicho.

sábado, 30 de agosto de 2008

Pós morte

As pessoas morrem
mas continuam caminhando por ai
estou sempre vendo um conhecido
fazendo as coisas habituais
em lugares improváveis.

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Momentos antes

O instante da espera,
que era longa e cansativa,
chegou e a felicidade já existe,
na expectativa do adeus!

sábado, 23 de agosto de 2008

Quando acabou

A minha paciência há 300 milhas,
A minha esperança há 2 semanas,
A minha vontade há 15 graus a menos,
Meu sono às 5h da madrugada,
Acabou mas ainda tenho:
300 milhas avante,
3 semanas adiante,
38 graus contantes,
e conversas entediantes.

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Promessa que faz feliz

Depois de uma discussão
com um ser que não suporto,
me disse que não fala mais comigo!!
Não resisti e pedi: Promete!

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Prazo de validade

Quando tempo dura? Será que tudo mesmo,
tem um tempo de validade?
Férias devem durar quantos dias? Dez dias, um mês?
E uma vista? Duas ou três horas?
Um hóspede em casa ou num veleiro tem a validade
de um peixe pescado, conservado fora da geladeira,
no terceiro dia ninguém mais suporta nem o cheiro.
Se colocar um sal grosso pode durar mais,
duas semanas num veleiro, com quatorze pessoas,
tem data de validade para 2 semanas,
o tempo que dura uma depilação;
um grande livro, a criatividade para inventar jogos
e boas comidas, ter todas as roupas usadas ou sujas,
ou arrumar inimigos mortais.
O décimo sexto dia é quando se enterram
os mortos do caos que chamam de férias em família.

domingo, 10 de agosto de 2008

Qto vale um silêncio?

De que adianta estar no paraíso,
com um mar azul transparente,
sob um céu também azul e sem nuvens,
em ilhas maravilhosas, com cidades que transpiram
histórias e inspiram sonhos;
Se o que falta é o silêncio
para poder ouvir seus próprios pensamentos?

domingo, 6 de julho de 2008

No mar

Uma vez, há quase 6 anos, vc me encontrou,
no meio do mar, numa viagem solitária.
No fim de tarde no través de Belmonte,
vc me achou no VHF.
Hoje provei a mesma emoção ao te encontrar,
no meio do mar, no mesmo lugar, Belmonte.

É certo que independente onde estivermos,
mesmo longe, nos acharemos!

Belmonte

Te senti tão perto, que busquei seu olhar,
Encontrei sua voz emocionada, no meio do mar.
Estavamos tão longe ... mas pude te tocar
com meu desejo de vc.

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Epitáfio

Mi sono divertita...

e cosi va benne!

sábado, 28 de junho de 2008

Beijo de partida, um beijo

Há muitos dias começou a contagem regressiva,
Procurava não pensar no instante da partida.
Ia levando os dias um a um,
e nao me permitia lembrar do dia limite.
Que é a véspera, é quando a ficha cai,
é a descoberta que não tem como parar o tempo.
E partidas, despedidas...

Senti sua boca procurando a minha,
um abraço forte infinito,
Nem pensei , só vivi o beijo partido.

domingo, 22 de junho de 2008

Vista

'Pão-durice' gera frustração em inglês!

sexta-feira, 20 de junho de 2008

SMS

De mim para mim mesma,
mas com suas palavras.

sábado, 14 de junho de 2008

Ao envelhecer

 

Hoje não sei dizer qual é minha cor predileta,
Já foi verde e depois preto,
Ultimamente tenho usado branco.
Mas ainda adoro chapéus enormes e óculos azuis,
Echarpes, cachecol, lenços, pareos, fitas  e
panos ou trapos de qualquer tamanho,
faço coleção de tanto que gosto.
E quando eu me declarar velha,
ai sim, vou usar perucas coloridas
e vagar pelas ruas e praças brincando com todos;
rindo e sorrindo de quem me achará louca.
Da minha aposentadoria terei somente o arrependimento
de não ter pensado no futuro, porque apostei alto que minha vida
não se estenderia por tanto tempo assim.
Pois só me alimentei de chocolates, laranja,
damasco e cerejas e claro de queijos
Viverei um lugar de calor, mar, sombras e  sol,
alías só viverei dias de sol
quando chover me mudo para o inferno,
se existe não sei mas, com certeza não chove lá.
Será que usarei vermelho finalmente?

Passando

Hoje ouvi na rua ao passar por um casal:
'vc vai me esquecer?
qto tempo pra vc me esquecer pra sempre?'
Apertei o passo, não quis ouvir a resposta dele,
ia doer muito saber...

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Copa

Andar na avenida Atlântica,
as pessoas, a praia, vento, sol e mar.
Tudo tem o aroma do primeiro dia de férias,
um ar de prazer e leveza, tranquilidade.
Ainda que se more aqui, de frente para o mar, 
e esbarre nessas belezas todos os dias.

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Quando ouves, me calo

Se vc soubesse tudo o que tenho pra dizer,
não estaria aqui me ouvindo.

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Previsão

Nem vi o frio chegando,
como tinha sol, não acreditei
no que estava por vir.
A noite gelou meus pés,
minhas mãos e
até a alma se eu tivesse uma.
Arrumei as malas e parti,
rumo ao  leste,
atrás do sol e do calor.

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Ouvi

Atravessa um oceano, como quem vai até
a esquina e volta, em silêncio.

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Rezando

De manhã só renasço depois das dez horas,
às seis da tarde encomendo minha alma
com promessa de uma noite sem fim,
mas sempre tem um luar clariando minha cama.
O humor me deixou, ando voando e sem folego.
Rir que já foi remédio, hoje é vício.

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Pela primeira vez o mar

Eu nunca tive essa primeira  memória, mas guardo nos meus olhos a expressão do Mateus, meu filho, com dois anos.
Ao ver numa manhã de sol; o mar pela primeira vez, ainda da janela do ônibus, na cidade maravilhosa, disse:
'Nòhhh, mãe que tantão de água'!
Seu olhar era pleno e encantador, assim como o mar.
A decepção veio minutos depois, quando já na areia, corre até as ondas e prova o mar, o sabor surpresa do sal, a tristeza no olhar.

Aceitação

Já muito tarde, quase de madrugada,
descalço minhas almas para adormecer e sonhar.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Estranha

Mesmo convivendo comigo há décadas,
não reconheço os lapsos de memória,
nem o olhar perdido diante
do meu reflexo no espelho.

quarta-feira, 7 de maio de 2008

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Rio

A avenida Brasil é interminável,
dura a vida toda!

sábado, 19 de abril de 2008

A geografia do destino

Escrevi a carta
e ainda sem pensar enviei.
Aguardar a resposta
não foi o pior tormento,
mas ler o conteúdo da carta fechada ,
as mãos tremendo,
é melhor nem abrir.
Tudo paralisou na possibilidade
das boas novas.

sábado, 12 de abril de 2008

Nenhuma fala

Melhor o silêncio,
a neura do pensamento.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Dicionário

toda frase
cada palavra
ou foi dita
ou pensada

quinta-feira, 10 de abril de 2008

A eternidade é para sempre?

Ando sem paciência para esperar o eterno.
A vida vai mais rápida que a eternidade.
Quanto dura a eternidade?

Diálogo

Discutir nunca adianta mesmo!?

terça-feira, 1 de abril de 2008

O que?

Não sou entendimento
nem o óbvio.

segunda-feira, 31 de março de 2008

Era uma vez

Vou contar mil vezes as mesmas histórias
e repetir de novo, até me esquecer
o que te contei...

sexta-feira, 21 de março de 2008

Sexta

O céu virou do avesso

sábado, 15 de março de 2008

Onde começam todas as viagens?

As vezes penso onde nascem as vontades e
desejos de conhecer algum lugar, viajar!
Talvez seja uma coisa que lemos ou

ouvimos falar de um determinado lugar,
pra mim essa idéia vem de muito mais longe,
um longe não geográfico, mas temporal.
Um sonho, uma visão, um relance,

uma ligação direta com nosso passado,
que vive nas lembranças de uma vida
que tivemos e nem nos damos conta disso.
Também não sei se é esse passado que

nos leva para essas partidas
e viagens por toda a vida.
Muitas das vezes o que chamamos de férias,

são fragmentos de vida, emoção e prazeres.
Acredito ainda que pensar na viagem, no roteiro,

são como escolher o que levar na mala.
Por experiência melhor levar pouco peso

não arrastar para muitos portos fardos enormes,
uma vida que nao cabe numa mochila deve ficar em casa,
mas pode levar cada detalhe que experimentar,
provar, tocar e ver por essas paisagens.
Assim como as lembranças são feitas de músicas e cheiros,

coloque na sua bagagem as palavras, as idéias
e o nascimento de todas as viagens
que no final são filhos de outras partidas e chegadas.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Por todos nós

Tem dias que nem lembro, de tanto trabalho,
tem dias que não esqueço, nem se quero muito.
Mas basta um detalhe pra eu sentir que falta vc me faz.
Hoje são dois anos de ausência.
Hoje são dois anos de saudades
hoje são dois anos que só falo com vc em pensamento.
De todas as coisas que aconteceram no mundo, na vida da gente,
nada é relevante o bastante para contar,
senão que o tempo não conta minha saudade, meu choro
minhas lembranças...
Sei que isso tudo não vai passar, nem com os anos.
Porque as lembranças são minhas, são partes integrantes
de quem eu sou.
Porque a morte nos acompanha desde o nascimento,
mas só nos damos conta quando ela esbarra na gente
e dói muito...
as perdas e a sensação de desperdício.
Tenho pra mim, há algum tempo,
que viver é um dia de cada vez,
e bem cliche, como se fosse o último.
Bom, nem assim, nem com tudo isso,
esse dia passará sem seu sorriso na lembrança,
sem lágrimas nos olhos,
sem eu ter certeza da falta que vc faz pra todos nós.

sábado, 9 de fevereiro de 2008

Poucos acordes

É só por um segundo.
A música que te remete pra longe
é aquela que a lembrança
não te traz de volta,
mas no pensamento é você
que ainda está lá.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

'Tô me guardando pra qdo o carnaval acabar'

"Às vezes o príncipe não vem!
Vai se acostumando!"